segunda-feira, 25 de julho de 2011

Ainda somos os mesmos?

Quem convive comigo já percebeu que ando de mal humor, eu acho que é São Paulo. Não gosto dessa cidade, e somado a isso acho que é o inicio da senilidade chegando, mas quer saber?

Eu não estou nem ai se alguém acha ruim o meu mal humor. Eu estou sim se saco cheio de gente escrota e isso aqui tem de sobra. Velho então, parece que eles combinam entre sim pra ver quem é mais escroto.

A pessoa é filha da puta a vida toda, fica velha e vai ficar legal? Não, não vai! E a tendência é piorar.

E eu não vou ser diferente não. Já estou treinando pra ser velho escroto por que já saquei que a competição é grande. Como tem velho chato por ai, a maioria é insuportável. Poucos são aqueles que a gente olha e diz:

-Ah que vovô ou vovó fofinho!

A grande maioria é tudo um bando de filha da puta que esqueceu a hora de morrer e como não tem mais nada pra fazer, resolve atrapalhar quem tem.

Mas as chances de eu conseguir ser um mais um velho escroto na rua são bem remotas. Do jeito que a coisa anda eu não acho que chego muito além dos 50 não, stress e poluição vão acabar comigo bem antes disso. Sendo assim, não vou ser mais um desses velhos na rua.

O jeito é ser escroto agora mesmo!

2 comentários:

Fabiane Siqueira disse...

Amigo,
Considerando suas expectativas de vida, sugiro exerça hoje seu direito de ser um velho escroto!!

Vai que vc morre antes de atrapalhar os outros... seria, muito, muito desonesto com vc mesmo!!!

Acabo de aderir a campanha!!! Velho nunca, escroto SEMPRE!!!

Vcs terão que me engolir!!!!! #malhumorehnois!!!

Chris disse...

Acho que por ai vc ainda tem um contato leve com a velhice. Vc não imagina o que é copacabana, um cemiterio que se move!
To achando que não vou querer mais 20 anos de vida!
Ainda não sei ser insuportável!
kkkkk